Como criar uma brinquedoteca e espaço infantil em casa?


O mês das crianças chegou, obaaaaaaa!! E que delícia brincar, mas com a vida corrida e agitada, violência e as moradias que na sua maioria são apartamentos, vamos ajudar você a criar um espaço bacana pro seu filho brincar em segurança, que seja alegre, divertido e lúdico.
A brinquedoteca constitui-se em espaço preparado para estimular o educando a brincar, possibilitando o acesso a uma grande variedade de brinquedos, dentro de um ambiente especialmente lúdico, é um lugar a ser explorado, sentido, experimentado, é o espaço da partilha, da cooperação.
O ato de brincar implica numa série de benefícios para a criança, onde o movimento, a interação, a criatividade e a comunicação são necessários para construção do conhecimento, agindo assim sobre o meio que ela se encontra
Brincar é essencial a saúde física, emocional e intelectual do ser humano .Na brincadeira o indivíduo se reequilibra, recicla suas emoções e sacia suas necessidades de conhecer e reinventar a realidade.
Aqui algumas sugestões do que inserir na sua brinquedoteca, claro, isso depende do espaço que você tem em casa:


1-CANTO DA LEITURA OU DE CONTAR HISTÓRIAS – Com tapetes e almofadas para que possam acolher a criança ou simplesmente deixa-la aninhar-se em busca do aconchego, onde existam livros , fantoches, para que a criança os manuseiem e os usem de uma forma prazerosa e descontraída.




2 - ESTANTE E BAÚ DE BRINQUEDOS – Para que as crianças possam manter contato e manusear várias formas de brinquedos. Além do mais, estimula a organização e a disciplina.



3- CANTO DO FAZ DE CONTA – É um espaço com mobílias infantis: dormitórios,cozinha, hospital, supermercado, roupas e sapatos que possibilitem a criança criaruma realidade e vivenciá-la, cultivando um determinado estado de espírito.



4- QUADRO DE COMUNICAÇÕES – Onde poderão ser deixados recados entre crianças, estimulando a comunicação. O mais utilizado atualmente são as lousas, que podem ser de madeira mesmo ou feitas com tintas especiais.



5- OFICINA– Espaço onde se poderá criar, desenhar, brincar com massinha, sujar, pintar, restaurar ou construir brinquedos. Cuidado com as mesas, devem ser de material que não manche, que seja de fácil limpeza e que não tenham pontas.





7- CANTO DO MOVIMENTO – Para ser brincado livremente, com brinquedos que permitem a criança expressar o movimento, tais como :escorregador,motocas,cavalinhos,jacarés,trave e cesta de basquetebol, entre outros.

Quais cuidados devemos ter?
A preocupação maior deve ser a segurança da criança: objetos pontiagudos, brinquedos quebrados (partidos ou faltando pedaços) e peças pequenas (no caso das crianças menores) devem ser abolidos, para prevenir os famosos acidentes domésticos. Também é muito importante que o espaço de brincar seja limpo frequentemente, para evitar alergias e problemas respiratórios, pois brinquedos costumam ter pequenos orifícios que acumulam bastante poeira.
O piso da brinquedoteca deve ser, preferencialmente, emborrachado, que minimiza o risco de quedas e amortece o impacto. Tapetes de atividades coloridos são ótimas opções. Para que seja um local seguro, invista em poucos móveis (sem quinas e com proteção) e em brinquedos que tenham o selo de aprovação do Inmetro.
A brinquedoteca deve ser atraente, sem ser cansativa para a criança. Por isso, abusar das cores de forma desordenada pode deixar o ambiente pesado e até irritá-las, devido ao excesso de estímulo visual.
Fique atenta a cada idade

A brinquedoteca deve levar em conta o interesse de cada criança, respeitando seus gostos e sua faixa etária.

Para crianças de 0 a 2 anos, os brinquedos devem ser voltados para a estimulação sensorial . Dê preferência aos coloridos, com sons e diferentes texturas que estimulem os sentidos visão, audição e tato. Móbiles grandes, que tocam música e fazem movimento estimulam a coordenação visual e motora. Ainda para atender a esta faixa etária, existe no mercado giz de cera para crianças a partir de 18 meses, que são mais grossos para facilitar o manuseio.
Já os pequenos de 2 a 3 anos estão em uma fase de verbalização e curiosidade. Para eles, livrinhos com ilustração, brinquedos de empilhar, encaixe e blocos são indicados para o desenvolvimento motor.

A partir dos 3 anos, as crianças precisam de um ambiente com estímulos concretos e que simulem o dia a dia. Aposte em casinha, carrinhos, bonecas, equipamentos de médico, mercadinho, além de fantasias, quebra-cabeça e livros, que incentivam a criatividade e o faz-de-conta.
Para os maiores, aposte em jogos e alternativas um pouco mais complexas, como: montagem de pipas, jogos de tabuleiros de estratégias, kits de profissão como médico ou engenheiro.
É isso mamães, espero que tenham gostado das dicas, lembre-se que mais importante que ter um espaço em casa é TER a presença de vocês em algum momento durante essa farra! Reserve um tempinho para brincar literalmente e sorrir. Divirtam-se!!! FELIZ DIA DAS CRIANÇAS


Beijinhos
Juliana Pires
Fonte: MDEMULHER
Tecnologia do Blogger.