5 brincadeiras para se divertir com os filhos durante viagens

junho 16, 2017


1- Cantar músicas
Simples e fácil, a prática de cantar músicas pode funcionar de duas formas, como explica a psicopedagoga. “Você pode dizer uma palavra e pedir que as crianças completem com uma música que tenha essa palavra”, explica. Outra opção é começar a cantar uma música e pedir que os filhos completem. “Esta segunda opção pode funcionar melhor com as crianças menores”, conta Sheila, que destaca que esse tipo de brincadeira ativa a memória e ajuda a desenvolver uma consciência musical, importante para o desenvolvimento do processo cognitivo.

2- Ler as placas
Embora seja excelente para viagens na estrada, tanto de carro quanto de ônibus, Sheila explica que a prática de ler as placas pode funcionar até mesmo em esperas de aeroportos e terminais. “Incentivar as crianças a lerem as placas e até mesmo interpretarem avisos ajuda a desenvolver o gosto pela leitura”, completa a especialista.

3- Completar a história
Uma opção de brincadeira que pode ser divertida para todas as idades é a ideia de completar uma história. “Comece contando uma história, e não importa se ela é inventada ou já conhecida”, conta Sheila. Segundo a especialista, ao completar uma historinha, os pequenos desenvolvem criatividade e até mesmo os processos cognitivos.

4- Mapa da viagem
Uma brincadeira que requer um pouco de preparação é a do mapa da viagem, como explica Sheila. “Você pode desenhar o mapa ou imprimir a rota e marcar nele alguns pontos importantes, como uma ponte, represa ou cidade, e pedir para que eles acompanhem e marquem no momento em que passar pelo lugar”, explica, destacando que isso pode desenvolver noções de localização e distância com muita eficiência. Em casos de viagem de avião, é possível fazer isso com o uso de um mapa do Brasil e o acompanhamento do voo pela tela de informações. “Tente adivinhar que cidades estão sendo sobrevoadas, e transforme a viagem em um mundo de descobertas”, sugere.

5- Jogo das letras
Outra brincadeira simples e de grande impacto no aprendizado das crianças é o jogo das letras. “Basta dizer uma letra, ou até mesmo uma sílaba, dependendo da idade do seu filho, e peça que ele complete com uma palavra”, ensina a psicopedagoga, que sugere separar a brincadeira em tipos de palavras, como animais, frutas e objetos. A brincadeira estimula a alfabetização e treina o raciocínio rápido.


Tecnologia do Blogger.