Descolamento saco gestacional na gravidez

junho 08, 2015
Uma amiga minha está passando por essa experiência na 08º semana de gravidez. Não que ela tenha escolhido ou pudesse ter evitado, até porque ninguém sabe explicar ao certo o porque isso acontece.
Importante mesmo é avisar ao médico sobre qualquer dor ou cólica que tiver, sangramentos tb devem ser avisado na hora, nada de pânico, mas informação, cuidados e acompanhamento médico é fundamental.
Atenção para não confundir descolamento ovular (saco gestacional) do descolamento de placenta que só ocorre após 20 semanas de gravidez.
Vamos primeiro entender o que é esse descolamento Ovular:
O descolamento ovular ou hematoma subcoriônico, como é cientificamente chamado, é o acúmulo de sangue entre o útero e o saco gestacional no primeiro trimestre de gravidez, até às 12 semanas de gestação.
O descolamento ovular, quando é pequeno, normalmente não influencia a gravidez e não provoca sangramento. Já quando é grande, ou ocorre logo no início do primeiro trimestre, podem ocorrer complicações na gravidez, como diminuição do crescimento do embrião.
Quanto maior for o descolamento ovular, maior é o risco de aborto espontâneo. No entanto, o descolamento ovular tem cura, pois normalmente acaba sendo absorvido pelo organismo da mulher.
Os sintomas do descolamento ovular podem ser:
  • Sangramento vaginal;
  • Dor abdominal;
  • Cólicas abdominais.
Na maior parte dos casos de descolamento ovular, as mulheres não têm sangramento e não apresentam sintomas, só descobrindo no exame de ultrassom do primeiro trimestre de gravidez.
O que se pode fazer em caso de descolamento ovular é ir imediatamente ao hospital para ser avaliada pelo médico obstetra ou ginecologista e realizar um ultrassom para que o médico possa fazer o diagnóstico e ver o tamanho e localização do hematoma.
Geralmente, o descolamento ovular diminui e acaba desaparecendo com repouso absoluto, beber bastante água, restrição de contacto íntimo e a ingestão de Ultrogestan, que é um remédio que contém progesterona.
É importante seguir o tratamento corretamente para o descolamento ovular não aumentar e diminuir o risco de aborto espontâneo.
O médico poderá realizar exames de ultrassom a cada semana para verificar se o descolamento desapareceu.
Tecnologia do Blogger.