Novo horário de atendimento nos restaurantes de Campinas

novembro 06, 2020

 Abrasel RMC estima que faturamento, hoje em 50%, pode chegar a 80% com mais tempo de funcionamento.





Com a ampliação no horário de atendimento ao público – das 23h para 24h -, anunciada hoje pelo prefeito Jonas Donizette, os bares e restaurantes de Campinas esperam aumentar o faturamento de 50% para 80%. A estimativa é da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes da Região Metropolitana de Campinas (Abrasel RMC), que apresentou o pedido de ampliação do horário ao executivo há duas semanas. No cenário atual, a maioria dos estabelecimentos trabalha com prejuízo ou, no máximo, empatando as contas. A ampliação deve injetar novo ânimo para os comerciantes.

 

Hoje, com o horário restrito às 23h, as cozinhas fecham por volta das 22h, restringindo o movimento de clientes nas casas. “Com restrição de capacidade a 60% e horário não conseguíamos fazer a virada de mesa, restringindo o faturamento em 50%”, explica o Matheus Mason, presidente da Abrasel RMC.

 

Ele lembra que a restrição imposta pelo plano de flexibilização impede "rodar as mesas" pelos restaurantes. "Tá dando para pagar as contas, mas ainda não está numa situação de equilíbrio a ponto de voltar a animar o mercado", avalia o presidente. “Com a ampliação, teremos uma melhora neste quadro”.

 

Mason lembra, ainda, que esta medida anunciada pela Prefeitura, levando em conta a demanda da entidade, “é melhor e mais inteligente” do que aumentar a capacidade de 60% para 80%. “Conseguimos, assim, atender uma maior quantidade de publico, sem precisar reduzir o espaçamento, e manter as medidas sanitárias de segurança”.

 

O presidente da Abrasel RMC diz que a extensão é extremamente importante, e que a grande maioria do setor consegue trabalhar com segurança, respeitando o espaçamento. Mas faz um alerta. “O nosso setor não pode ser mais o único prejudicado, levando toda a culpa por aumento de casos, como ocorreu no passado. Por isso é importante que os empresários continuem seguindo as leis e a administração publica puna aqueles que estão desrespeitando as regras e horários”.

 

De acordo com levantamento feito pela Abrasel RMC, a maioria dos bares e restaurantes trabalha com faturamento médio de 50%. Este percentual muda de acordo com os perfis dos estabelecimentos. “Isso varia um pouco de cada tipo de oferta. Por exemplo, os restaurantes do Centro, buffet self-service, ainda tem pouca gente na rua, estão com resultado pior. Os restaurantes que trabalham mais de final de semana estão conseguindo ter um resultado um pouquinho melhor."

 

Atualmente, a RMC conta com cerca de oito mil estabelecimentos de Alimentação Fora do Lar em atividade, com 38 mil funcionários empregados. Com o fechamento das casas por 140 dias, cerca de 4 mil bares e restaurantes fecharam as portas e 22 mil trabalhadores perderem seus empregos, sendo 50% desses números na cidade de Campinas.

 

Empresários aprovam

O anuncio também agradou empresários do setor de Alimentação Fora do Lar. Sérgio De Simone, proprietário do Rancho Colonial Grill, explica que desde a entrada de Campinas na Fase Verde a casa vem operando com 85% do faturamento antes do isolamento. “A tendência é que a ampliação traga estabilidade a médio prazo, com aumento de vendas nos próximos meses”, diz. “É preciso esperar um pouco para ver o comportamento do cliente”, completa.

 

Roger Domingues, da Rede Lanchão, também vê como positiva a expansão do horário de atendimento. Ele lembra que a rede, antes das medidas restritivas, permanecia aberta a madrugada toda, com giro de clientes constante. “Nosso público, predominantemente noturno, tem como hábito sair depois das 20h e com a ampliação é previsível uma melhora no faturamento”, completa.

 

Desde a primeira quinzena de outubro, quando Campinas avançou para a Fase Verde do Plano São Paulo, permitindo que bares pudesses permanecer abertos até às 23h, o movimento já foi sensível no Dom Brejas.  Mesmo com a permissão de atendimento a 60% da capacidade, o faturamento da casa vem crescendo, embora ainda longe do que registrava em março, antes do inicio do isolamento. “O movimento está bom e agora até às 24h acreditamos que isso vai ajudar bastante neste final de ano”, diz Dino Ramos, sócio da casa

Nenhum comentário:

lembre-se de colocar seu email para @mariababona entrar em contato! beijos

Tecnologia do Blogger.